quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Sem crise: Prefeito de JURIPIRANGA negocia com pré-candidatos.

Por email internauta de JURIPIRANGA enviou fotos da reunião do prefeito com pré-candidatos a vereadores. Segundo o internauta, o prefeito só pensa em fazer acordo político e em cada acordo desse mais cargos são distribuídos. Se ele quisesse mesmo fazer economia, começaria extinguido a secretaria de planejamento porque o secretário desta pasta não dar expediente e não planeja nada. Disse o internauta que participou da reunião mas não quis se identificar com medo de perseguição. Em menos de 48 horas, o prefeito que deu uma entrevista falando sobre a crise econômica já estava (ontem) fazendo acordo político. Pelo jeito não tem  crise em Juripiranga. Sem crise o toma lá dá cá já começou. A reunião foi em Ibiranga, mais quem vai pagar a conta é Juripiranga. 

"E para mostrar que realmente está preocupado com a crise, no mesmo dia da entrevista o prefeito foi para João Pessoa visitar seu deputado numa inauguração que não teve nada a ver com Juripiranga".

Quanto custa manter o Hospital São Vicente de Paulo em Itabaiana?

Em um ano (2014) a prefeitura de Itabaiana transferiu para o hospital São Vicente de Paulo o valor de R$ 892 mil (R$ 68 mil por mês). veja tabela dos valores mensais: 

O assunto do momento em Itabaiana é o repasse para o Hospital São Vicente. Então vamos falar dele: Ano passado (2014) no período eleitoral, o Governo do Estado repassava quase R$ 50 mil reais mensal para o Hospital São Vicente (a ajuda eleitoral só durou 6 meses) Porque parou? Parou porque? E porque ninguém fala mais deste repasse que o Governador cortou? Antes podia? E porque não pode hoje? Nesse mesmo período a prefeitura de Itabaiana também repassava R$ 68 mil mensal. Em um ano (2014) a prefeitura de Itabaiana transferiu para o hospital São Vicente de Paulo o valor de R$ 892 mil (R$ 68 mil por mês). Mesmo com esses valores o Hospital continuou em crise, atendendo apenas meio expediente.

Após todos esses valores creditados no Hospital. A população clama por uma resposta e reza para saber qual o real valor para que o mesmo pudesse abrir de vez suas portas. Alguém pode dizer? Ou não existem respostas?

As principais notícias dos jornais de hoje na Paraíba - quarta-feira 2

PARAÍBA MELHORA EM SAÚDE DE MORADIA... A pesquisa mostra que quase todos os municípios paraibanos reduziram o IVS, uns mais, outros menos. A exceção foi São José do Brejo do Cruz, que tinha 0,488 (em 2000) e passou para 0,493 (em 2010). Os dados ainda revelam que o Estado apresentava, em 2000, IVS igual a 0,526, posicionando-se na faixa da alta vulnerabilidade social. Dez anos depois, o índice caiu para 0,385, na faixa de média vulnerabilidade. O mesmo aconteceu no País, que saiu de um IVS de 0,446 para 0,326. O ‘IVS renda e trabalho’ da Paraíba, em 2000, era o terceiro pior (0,656), empatando com Maranhão e só perdendo para Alagoas e Bahia. Dez anos depois, foi para a sexta posição (0,462), melhorando mais do que Piauí e Pernambuco. No item capital humano (que envolve itens como mortalidade e analfabetismo, por exemplo), o Estado ficou na 8ª colocação (0,469) no ranking dos piores, caindo no índice (era 0,626), mas subindo uma colocação, porque o cenário mudou em outras UFs. No IVS Moradia era o sétimo melhor do País (0,297) em 2000, tendo uma piora dez anos depois em relação à colocação no ranking ( 9ºmelhor), embora tenha conseguido melhorar índice (0,225).
========================================================================
DEVEDORES DO EMPREENDER... Após a Controladoria Geral do Estado ter constatado falhas na fiscalização do programa Empreender, sobretudo em relação a inadimplência, o governo do Estado decidiu levar os inadimplentes para o SPC. De acordo com o secretário executivo do programa, Tibério Limeira, a iniciativa visa aperfeiçoar o processo de cobrança. Dos processos analisados referentes ao ano de 2013, 64,5% se encontram em situação de inadimplência, representando um acréscimo de 10,3% em relação ao ano de 2011, conforme relatório da CGE. O programa é alvo de uma ação no TRE. ========================================================================
GOVERNO QUER NOVO EMPRÉSTIMO... O Governo do Estado encaminhou Projeto de Lei a Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) pedindo autorização para contratar operação de crédito interno com o Banco do Brasil, mediante prestação de garantia pela União até o limite de R$ 36, 94 milhões. O pedido deve entrar na pauta para votação já na próxima semana. O Governo diz que, caso aprovada, a autorização se enquadra dentro do limite legal para o endividamento do Estado, com margem de limite para pagamento atual de juros e demais encargos. Para isso, o Banco do Brasil fi ca autorizado a debitar na conta corrente de titularidade do Estado da Paraíba os montantes necessários à amortização e pagamento final da dívida, nos prazos contratualmente estipulados. O empréstimo tem por objetivo o financiamento de contrapartidas no âmbito do programa ‘Minha Casa, Minha Vida’ vinculado ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para construção de 4.991 unidades habitacionais no Estado. Para garantia da União o Poder Executivo fica autorizado a vincular como contra garantias as receitas das cotas da repartição constitucional complementadas pelas receitas tributárias. De acordo com o Governo do Estado, o contrato financeiro vai contribuir para reduzir o déficit habitacional.
=======================================================================
Romero corta na própria ‘carne’...  O prefeito de Campina Grande também cortou o próprio salário e do seu vice, Ronaldo Cunha Lima Filho (PSDB), além da redução do subsídio dos secretários e gratificação de comissionados, proibindo ainda a concessão de diárias. Segundo Romero, são medidas para contenção de despesas na administração municipal, diante da crise econômica do País. De acordo com Rodrigues as reduções devem afetar todas as áreas. Proibiu a concessão de diárias para viagens dentro do Estado e a contratação de novos prestadores de serviços. “Meu salário já fi ca reduzido em 40%, até dezembro e a recomendação é para que o do vice também. Redução do subsídio dos secretários e dos comissionados no que compete à questão da gratificação de 20%. Recomendamos também a todo tipo de despesa, custeio de insumos”, disse. Ele afirmou que Campina Grande está sendo penalizada com a redução do FPM e do ICMS. “Só em agosto, a queda do I CMS f oi de 17%. Com isso, a cidade perdeu, em termos de ICMS, cerca de R$ 1,89 milhão”, afirmou. Romero chegou a anunciar alterações no expediente da Prefeitura, com modificações na carga horária dos servidores, mas voltou atrás.
=========================================================================
PT x PSB: ALIADOS PREVEEM ROMPIMENTO... Aliados do governador Ricardo Coutinho também já defendem a tese se candidatura própria do PSB. A deputada Estela Bezerra (PSB) disse que onde o partido tiver quadro, construção e um projeto administrativo e político para desenvolver deve apresentar candidatura própria e João Pessoa está incluída nessa tese. “João Pessoa tem quadro, agora o meu nome está à disposição do mandato de deputada estadual nesse momento e eu vou cumprir objetivamente minha missão enquanto deputada. Agora nós temos quadro em João Pessoa, em Campina Grande, em Guarabira, em Picuí. Nós estamos aí em várias cidades importantes do nosso Estado”, disse a deputada. Apesar de ser petista, o deputado Frei Anastácio disse ontem que já esperava por esse estremecimento entre o PT e o PSB. “Isso já estava escrito e só não viu quem não quis. Agora quero ver como fica o posicionamento de alguns aqui na Assembleia Legislativa depois que esse rompimento se confi rmar”, desabafou. O deputado Ricardo Barbosa (PSB) defendeu ontem,a candidatura do secretário estadual de Infraestrutura e Recursos Hídricos, João Azevedo (PSB).
========================================================================
Obras do PAC estão travadas na Paraíba: Seis obras de saneamento do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) estão em situação crítica na Paraíba, de acordo com o estudo “De olho no PAC”, do Instituto Trata Brasil, que analisou o período de 2013 a 2014. São cinco projetos paralisados e um atrasado. O Estado concentra a maior quantidade de construções paralisadas do país, seguido do Ceará (com 4) e de São Paulo (com 3). Já com relação a obras atrasadas, São Paulo tem o maior número. São sete ao todo. Conforme o levantamento, alguns projetos estão sem andamento por mais de dois anos consecutivos. Na Paraíba, uma obra está parada já há dois anos, uma está estacionada há três anos e outras três não têm prosseguimento há quatro anos consecutivos. Somando-se as obras de água e esgotos, a Paraíba tem R$ 461 milhões em empreendimentos de saneamento para serem realizados dentro do PAC1 e PAC2. Somente para o setor de água são R$ 373 milhões, enquanto que para esgoto são R$ 88 milhões. Há seis anos o Instituto Trata Brasil acompanha o andamento das obras de saneamento básico do, especifi camente para água e esgoto. Esse acompanhamento, chamado “De Olho no PAC”, tem como objetivo avaliar a evolução das obras e conhecer possíveis gargalos que impedem avanços mais rápidos.
========================================================================
DENGUE NA PARAÍBA: 5.505 CASOS EM AGOSTO... A Paraíba teve 5.505 novos casos notificados de dengue no mês de agosto. Os dados são do oitavo boletim epidemiológico da dengue, divulgado ontem pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), que trouxe um aumento de 524% das notificações de dengue, com relação ao mês de julho. A elevação aconteceu no período chuvoso, que deveria reduzir o número de casos, de acordo com previsão feita pela SES. De janeiro até agora, três casos de morte por dengue foram confi rmados no Estado. O novo boletim mostrou ainda que as notificações de dengue aumentaram 272% no Estado, comparando o período de 1º de janeiro a 22 de agosto deste ano, com o mesmo período de 2014.

Empreender manda mau pagador para o SPC... e quem emprestou?

O programa é alvo de uma investigação no Tribunal Regional Eleitoral. A ação foi proposta pelo Ministério Público Eleitoral, que acusa o governador Ricardo Coutinho de abuso de poder de autoridade e de poder econômico. O órgão entende que o programa foi usado para beneficiar o governador...

Acordo com CDL foi firmado após relatório da CGE apontar inadimplência de 64%...

O governo do Estado começou a mandar para o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) os nomes de todos os usuários inadimplentes com o programa de concessão de créditos Empreender-PB. Para tanto, foi firmado um contrato com a Câ- mara de Dirigentes Lojistas de João Pessoa (CDL). O contrato, no valor de R$ 24,4 mil, foi assinado em abril de 2015, por Tibé- rio Limeira, representando a secretaria executiva do programa, e por Eronaldo de Vasconcelos Maia, pela CDL. 

A medida surge após relatório da Controladoria Geral do Estado (CGE) apontar uma inadimplência superior a 64% no programa. Procurado pela reportagem, o secretário executivo do Empreender, Tibério Limeira, não forneceu dados atualizados sobre a inadimplência. O convênio supre uma deficiência do programa que, segundo a CGE, não fazia o acompanhamento e cobrança dos empréstimos celebrados. 

“A inexistência de mecanismos de controle dos valores a receber expõe o programa a riscos operacional e financeiro quanto a erros, fraudes e desvios de recursos”, destacou a auditoria, que analisou os empréstimos realizados no período de janeiro de 2013 a abril de 2014. O programa foi criado em 2011 e concedeu R$ 29,3 milhões só em 2014 a título de empréstimos em todos os municípios do Estado, voltados para a estruturação de pequenos negócios. 

Limeira disse que a medida foi a forma que o governo do Estado encontrou para aprimorar a fiscalização do programa. O contrato firmado com a CDL diz que o consumidor que contraiu a dívida é notificado previamente, de acordo com o previsto no artigo 43, parágrafo 2º, do Código de Defesa do Consumidor, ou seja, é remetido um comunicado avisando que a informação da dívida será inclu-ída no SPC. 

O comunicado já está chegando nas residências dos inadimplentes, fato que pegou muita gente de surpresa. “Eles disseram que iam chamar a gente para negociar. Só que não chamaram e agora meu nome está no SPC”, disse uma das pessoas inadimplentes, que pediu para não se identificar. 

O programa é alvo de uma investigação no Tribunal Regional Eleitoral. A ação foi proposta pelo Ministério Público Eleitoral, que acusa o governador Ricardo Coutinho de abuso de poder de autoridade e de poder econômico. O órgão entende que o programa foi usado para beneficiar o governador.

Quem está com as parcelas atrasadas está sendo naturalmente inscritos no SPC 
Tibério Limeira, Secretário executivo do Empreender-PB

terça-feira, 1 de setembro de 2015

JURIPIRANGA de esgoto a céu aberto a foco de dengue! tem de tudo!

A população de JURIPIRANGA tem reclamado dos esgotos a céu aberto na cidade. Mau cheiro e foco de dengue tem se alastrado, e até o momento nada foi feito para resolver o problema. O município se encontra em epidemia segundo a secretaria de saúde do estado... Cresce 106% os casos de dengue confirmados na PB e já são 9,5 mil os afetados pela doença... De acordo com o Boletim Epidemiológico, divulgado nesta terça-feira (01) pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), de janeiro até o dia 22 de agosto foram notificados 23.493 casos suspeitos de dengue. Destes, foram confirmados 9.567, com 4.120 casos descartados. Três já morreram vítimas da doença no Estado. No mesmo período do ano passado a secretaria registrou 6.303 casos suspeitos, sendo que 4.624 foram confirmados e seis pessoas morreram. A gerente executiva de Vigilância em Saúde da SES, Renata Nóbrega, lembrou que é preciso manter a atenção e os cuidados contra o mosquito. “É relevante destacar que as ações de combate ao mosquito Aedes Aegypti sejam mantidas e planejadas junto à vigilância epidemiológica de cada município para traçarem as metas, de acordo com a situação epidemiológica local”, lembrou Renata.


Secretário Alex de Ação Social do INGA pede intervenção do MP.

para que ENERGISA e CAGEPA façam ligações no conjunto popular... 

Na manhã desta terça-feira (01), o Secretário de Ação Social (do município do INGÁ), Alex Vilas Boas, fez entrega de ofício ao Ministério Público, no qual relata a real situação do Conjunto Habitacional José Batista Lira, pertencente ao programa Minha Casa Minha Vida, tendo a entrega das casas sido antecipada em razão de evitar uma possível invasão por outras pessoas supostamente usadas por interesses políticos locais, cuja orquestração deste movimento foi previamente identificada.

ENTREGA DAS CASAS FOI ANTECIPADA PARA PREVENIR INVASÕES INDEVIDAS
Portanto, segundo o secretário Alex Vilas Boas, a atitude de entregar as chaves das casas prontas, porém sem ligação de energia e água, ocorreu no sentido de preservar o direito destas famílias carentes constante na lista cuidadosamente estudadas e assistidas pelos diversos setores da rede de proteção que compõe a Secretaria de Bem Estar e Ação Social.

ALEX RELATA SITUAÇÃO AO MINISTÉRIO PÚBLICO
No documento entregue ao Ministério Público consta informações sobre todos as solicitações feitas pela ação social municipal  endereçadas tanto à ENERGISA, quanto à CAGEPA.
A primeira solicitação de ligamento dos serviços de água e energia foi realizada assim que as obras das 40 casas foram devidamente concluídas, no início do mês de Abril de 2015. Portanto, há praticamente cinco meses.

PRAZO DE 60 DIAS JÁ PASSOU
Segundo as normas legais, os serviços de água e luz solicitados, deveriam estar disponibilizados no prazo de 60 dias. Já se passaram 150 dias desde a primeira solicitação, e após diversos contatos via email, e  no entanto, as empresas não cumpriram com suas obrigações levando desconforto às famílias beneficiárias e inquietação perante a sociedade ingaense.

PREFEITURA DÁ ASSISTÊNCIA ÀS FAMÍLIAS
Com relação ao fornecimento de água, a prefeitura tem dado total assistência através de carros pipas por meio da Defesa Civil.

SEBES SOLICITA AJUDA AO MINISTÉRIO PÚBLICO
O Secretário Alex, acompanhado pela a Assistente Social Magna Adriana e e Dra. Cristiane Ramos Barbosas de Paula, através da documentação entregue, solicitou ajuda e intervenção do Ministério Público no sentido notificar as empresas responsáveis para que cumpram sua obrigação, ou seja, efetuar as devidas ligações de água e energia. com http://inga.pb.gov.br

Em ITABAIANA júri condena assassino de mulher em Gameleira.

Acusado de morte da mulher em Gameleira é condenado a mais de 18 anos de prisão... O acusado do assassinato da mulher em gameleira foi julgado ontem em Itabaiana e condenado a 18 anos e seis meses de prisão em regime fechado que deverá ser cumprida no presidio de João Pessoa. Para quem não se lembra, Eduardo Ferreira de Andrade (Duca) matou no distrito de Gameleira (Mogeiro), com resquícios de crueldade sua companheira, amarrando-a a uma jante de trator e jogando seu corpo em uma fossa. O assassino continua foragido. com Vavá da Luz